Atuação

Terapia Cognitivo-comportamental

A Terapia Cognitivo-Comportamental integra as técnicas e conceitos de ambas as abordagens: Cognitivo e Comportamental. As técnicas disponíveis são inúmeras, como por exemplo: terapia do esquema, questionamento socrático, identificação dos pensamentos automáticos e das emoções, tarefas de casa, técnicas de relaxamento, técnicas de enfrentamento, Role-Playing e muitas outras.

Na prática requer no primeiro contato a aliança terapêutica, entre profissional e cliente, depois vem a importância na habilidade das sessões estruturadas, a condução do foco do cliente e a ética profissional. Com a abordagem TCC é possível desenvolver pesquisas para que se possa verificar a eficácia de diversos tratamentos psiquiátricos, como o TOC, TAG, TDAH, Transtorno Bipolar, Disfunções Sexuais, Disfunções Alimentares, Depressão e outros.

Na atuação da Terapia Cognitivo-Comportamental com crianças e adolescentes geralmente os pais recebem orientações de como lidar com a situação-problema. Com adultos o atendimento pode ser grupal, individual ou casal.

Para mais informações, entre em contato.


Avaliação Neuropsicológica

A Neuropsicologia consiste em recurso das Neurociências e portanto, a Avaliação Neuropsicológica é um instrumento fundamental na investigação do funcionamento cognitivo e comportamental.

O objetivo da AN é auxiliar no prognóstico, na orientação para o tratamento ou no planejamento da reabilitação, quando apresentam déficits cognitivos ou que repercutem numa socialização inadequada. Nos casos da demência, é possível se ter critérios diagnósticos diferenciados e comparações evolutivas de resposta aos medicamentos. é possível também mapear as estratégias para o programa da Reabilitação Cognitiva e Comportamental. Inclui-se também o esclarecimento ao paciente e a família (ou cuidador) com orientações funcionais.

Na atuação da Avaliação Neuropsicológica com crianças, adolescentes, adultos e idosos inicia-se com entrevistas informais e anamnese, para investigação clínica, posteriormente aplica-se questionários, escalas e testes previamente estruturados.

Pode-se avaliar a inteligência, funções executivas, flexibilidade cognitiva, memória, linguagem, leitura, escrita, funcionamento motor e outros.

Para mais informações, entre em contato.


TDAH – Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade

A avaliação do TDAH deve ser clínica, com o objetivo principal de confirmar se o cliente é ou não portador do transtorno e se ocorrem comorbidades.

As etapas da avaliação geralmente são avaliar a situação-problema, entrevistas com o cliente, familiares e escola para levantamento do histórico de vida do mesmo e de seus familiares, realizar o diagnóstico diferencial, verificar possíveis comorbidades (TH ou TOD ou TC). Na etapa do levantamento da vida do cliente deve ser solicitado o histórico médico e exames laboratoriais.

Ser portador do TDAH é ter conhecimento das dificuldades para entender o baixo rendimento. Porém, é importante que se confirme o diagnóstico, para que o cliente receba orientação e tratamento corretos.

É bom lembrar que ser portador do TDAH não é desculpa para os fracassos e sim ter consciência das dificuldades acadêmicas, sociais e familiares.

Atuação na Avaliação do Diagnóstico do TDAH e outros transtornos em Crianças, Adolescentes e Adultos.

Para mais informações, entre em contato.


Coaching para Adolescentes

A infância e a adolescência são fases decisivas no desenvolvimento do ser humano. Isto é fato! O Coaching para Adolescentes é um programa construído a partir da observação de determinadas crianças, por dificuldades cognitivas e comportamentais, apresentam desorganização, não praticam o planejamento, adiam constantemente a execução das tarefas, principalmente as acadêmicas, e então, atravessam a adolescência repetindo os mesmos erros e vivenciando este período com vários fracassos. Torna-se um adolescente reforçado pela baixa-estima, desmotivado para as mudanças, estresse pela pressão dos pais e obrigações acadêmicas, medo do futuro pelas dúvidas na escolha da profissão e com alguns ainda ocorre o isolamento social.

No programa Coaching para Adolescentes propõe-se a entrevista com o adolescente e seus pais, seguida da avaliação neuropsicológica ou psicopedagógica. Nas fases seguintes, aplicam-se as ferramentas do coaching, planejamento de metas, instrumentos de organização e execução, propõe-se novas habilidades acadêmicas, orientação vocacional, define-se um plano para tomada de decisão sobre o momento atual e futuro, incorpora-se novas habilidades sociais. O objetivo mestre do programa é fazer com que o adolescente melhore o seu processo de decisão e torne-se responsável pelas suas ações, mesmo apresentando dificuldades cognitivas e comportamentais.

Para mais informações, entre em contato.


Reabilitação Neuropsicológica Individual

Determinado ou não pelo resultado da Avaliação Neuropsicológica, o programa de Reabilitação Neuropsicológica Individual é um tratamento contínuo, com objetivo principal de melhorar a qualidade da memória, seja a imediata, verbal e a não-verbal, a operacional, a semântica (informação) e/ou a emocional, que geralmente ocorrem desgastes ou sequelas por inúmeros motivos. Então, a proposta das atividades da reabilitação neuropsicológica irão promover o resgate mais eficiente e focal na vida da(o) cliente.

Primeiramente analisa-se as dificuldades com base nas informações pessoais, familiares, médicas e exames clínicos. Define-se um plano estratégico cognitivo e comportamental individual, englobando metas semanais e tarefas de casa para o dia a dia. No consultório, propõe-se exercícios múltiplos cognitivos para atenção, concentração, memória, capacidade de aprendizagem, conhecimentos gerais, linguagem expressiva, cálculo e raciocínio lógico. E aplica-se, em determinados períodos do tratamento, a avaliação do programa para medir as conquistas.

Não tem limite de idade e nem contraindicação para a Reabilitação Neuropsicológica Individual, até porque a intervenção com o programa individual é comprovado por si só a eficácia nos resultados.

Para mais informações, entre em contato.


Avaliação Psicopedagógica

A Avaliação Psicopedagógica geralmente é solicitada pela Escola, a partir da observação de um comportamento inadequado ou dificuldade na aprendizagem.

Durante AP é possível avaliar crianças e adolescentes frente a sua imaturidade cognitiva, que refletem no aprendizado quando apresentam dificuldades na linguagem, escrita e/ou matemática, como também no comportamental, seja impulsivo/hiperativo ou com dificuldade de atenção e concentração. Na atuação da Avaliação Psicopedagógica com crianças e adolescentes requer o acompanhamento e intervenção na aprendizagem.

A Escola poderá receber orientação – caso seja autorizada pelos pais/ responsáveis.

As atividades da AP consistem em entrevistas, dinâmicas lúdicas e testes avaliando déficit motor, visual, distúrbios da linguagem, da escrita, imaturidade cerebral, TDAH, funções cognitivas, etc.

Para mais informações, entre em contato.


Técnicas de Apresentação para Trabalhos Acadêmicos

Prepare-se mais confiante para apresentar do seu trabalho acadêmico ou Tese de Mestrado ou Doutorado.

Ao longo do percurso do trabalho acadêmico, o foco maior é no conteúdo e quando chega o momento de se preparar para a apresentação para banca, eis o que surge: o nervosismo, a boca seca, medo de dar branco, medo de gaguejar, pensamento dicotômico e outros por não se preparar emocionalmente.

Para proporcionar segurança durante a apresentação, unimos as técnicas da Terapia Cognitivo-Comportamental (técnica da respiração, relaxamento, como vencer os pensamentos catastróficos e outras técnicas) juntamente com a linguagem cinematográfica para desenvolver a postura corporal, controle do tempo, melhorar a dinâmica de sua defesa de tese ou monografia proporcionando o conhecimento dos seus estados físico e emocional que serão registrados em vídeo dirigido pelo cineasta Luiz Moreira.

Para mais informações, entre em contato.